Pesquisar

Proteja seus ativos imobilizados com o seguro da Merit para máquinas e equipamentos.

O mundo dos negócios é permeado de imprevistos que podem acontecer a qualquer momento, colocando em risco não apenas a operação, mas também fluxo de caixa da empresa. Afinal, enfrentar danos e perdas com máquinas e equipamentos pode paralisar as atividades do negócio e trazer prejuízos incalculáveis.

As apólices de seguro oferecidas pela Merit são completas, com cobertura amplas e custo mais baixo que o mercado.

O seguro para máquinas e equipamentos, também conhecido como Riscos Diversos, é o ramo de seguro que concede cobertura para uma ampla possibilidade de riscos que podem afetar os ativos de uma empresa, utilizados no exercício de suas atividades comerciais. O objetivo deste tipo de apólice é proteger máquinas e equipamentos contra danos de causas externas.

Investir em máquinas e em equipamentos é primordial para a competitividade de uma empresa. Em um mundo cada vez mais tecnológico, adquirir máquinas e equipamentos de última geração é uma questão de sobrevivência, independentemente do setor de atuação. E claro, o prejuízo em perder uma máquina ou equipamento pode provocar a paralisação parcial ou total de uma empresa e em alguns casos, dependendo das dimensões do sinistro, provocar a falência de um negócio. Uma apólice de seguro para máquinas e equipamentos garante tranquilidade e, portanto, menos estresse para o empresário que se preocupa em preservar o seu patrimônio.

O prêmio de seguro é definido em função de algumas variáveis. Para o cálculo, são considerados o valor do objeto do seguro, ano de fabricação, tipo de máquina ou equipamento, características de uso, região, país de fabricação, dentre as principais variáveis.

Como referência, podemos dizer que normalmente as taxas variam de 2% a 7% do valor do objeto de seguro.

Como contratar o seguro para máquinas e equipamentos?

Para contratar uma apólice de seguro para máquinas e equipamentos, são necessários os seguintes documentos:

  1. Preenchimento de uma Ficha de Informações Específica
  2. Documento de identificação pessoal do contratante (CNPJ, RG e CPF)
  3. Nota Fiscal da máquina ou equipamento
  4. Certificado de registro e licenciamento dos equipamentos, se for o caso
  5. Agendamento de vistoria, se for o caso
  6. Instalação de rastreador, se for o caso

 

O prêmio de seguro é definido em função de algumas variáveis. Para o cálculo, são considerados o valor do objeto do seguro, ano de fabricação, tipo de máquina ou equipamento, características de uso, região, país de fabricação, dentre as principais variáveis.

Como referência, podemos dizer que normalmente as taxas variam de 2% a 7% do valor do objeto de seguro.

Como contratar o seguro para máquinas e equipamentos?

Para contratar uma apólice de seguro para máquinas e equipamentos, são necessários os seguintes documentos:

  1. Preenchimento de uma Ficha de Informações Específica
  2. Documento de identificação pessoal do contratante (CNPJ, RG e CPF)
  3. Nota Fiscal da máquina ou equipamento
  4. Certificado de registro e licenciamento dos equipamentos, se for o caso
  5. Agendamento de vistoria, se for o caso
  6. Instalação de rastreador, se for o caso

 

Definir os valores de uma máquina ou equipamento para efeito de seguro normalmente são baseados no valor de compra expresso na Nota Fiscal, incluindo-se impostos e frete. Já os ativos com mais tempo de vida, devem ser depreciados, com base no cálculo de desvalorização ao longo do tempo. Existem diferentes métodos para calcular a depreciação, sendo os mais comuns o método linear e o método depreciação acelerada que são:

Vida Útil Estimada: Projete a vida útil da máquina ou do equipamento, ou seja, o período durante o qual se estima que o ativo seja utilizado. A vida útil pode variar de acordo com o tipo de máquina, condições de uso, região e aplicabilidade.

Valor Residual: Determine o valor residual da máquina, que é o valor estimado da máquina ao final de sua vida útil. O valor residual é o valor que a máquina terá no final de sua vida útil.

Cálculo da Depreciação Anual: Use a fórmula do método linear para calcular a depreciação anual da máquina:

Depreciação Anual = (Custo de Aquisição – Valor Residual) / Vida Útil

Cálculo da Depreciação Mensal ou Anual: Para obter a depreciação mensal, faça a divisão da depreciação anual pelo número de meses no ano. Para obter a depreciação acumulada em um determinado período, multiplique a depreciação mensal pelo número de meses decorridos.

É importante ressaltar que a depreciação é um conceito contábil e fiscal e pode variar de acordo com as normas contábeis e fiscais aplicáveis a cada CNAE. Recomenda-se consultar um contador ou especialista em finanças para obter orientação específica sobre o cálculo da depreciação de ativos.

Outras fontes para definição de valores de máquinas e equipamentos são os sites de comércio eletrônico, cujos ativos são disponibilizados por empresas ou particulares para a revenda, ou seja, ai o que prevalece é conhecido ditado da economia: lei da oferta e da procura define o valor.

As exclusões previstas em uma apólice de seguro para máquinas e equipamentos, também conhecido como Riscos Diversos Equipamentos, podem variar de uma seguradora para outra.

As exclusões mais comuns são:

Desgaste natural

Danos causados pelo uso normal e desgaste das máquinas e dos equipamentos, assim como deterioração gradativa, manutenção deficiente e/ou inadequada, reparos incorretos, erosão, corrosão, ferrugem, oxidação, incrustação, fadiga, fermentação e/ou combustão natural ou espontânea.

Negligência

Danos resultantes da má conservação, manutenção inadequada ou uso inadequado causados por profissionais não habilitados das máquinas e dos equipamentos.

Atos de hostilidade

Danos causados por eventos relacionados à guerra, invasão estrangeira, atos de terrorismo, tumultos, vandalismos, greves, lockout, rebelião, insurreição, revolução, motim e confisco.

Atos ilícitos

Danos causados por dolo ou de atos de má-fé por parte do segurado ou por parte de pessoas autorizadas pelo segurado, são excluídos da cobertura.

Uso não autorizado

Danos causados por pessoas não autorizadas a operar as máquinas e equipamentos segurados, não são cobertos pela apólice.

Catástrofes naturais

Eventos como terremotos, maremotos, erupções vulcânicas, entre outros, podem ser excluídos do seguro padrão e exigir uma cobertura adicional.

Comércio Ilegal

Máquinas e equipamentos provenientes de contrabando, transporte ou comércio ilegais

Como se nota, toda apólice exige atenção e no caso de seguro para máquinas e equipamento não é diferente, Por esse motivo é sempre aconselhável consultar um especialista, antes de tomar a decisão pela contratação.

 

 

 

 

Em caso de ocorrência de um sinistro no objeto de seguro na apólice de máquinas e equipamentos, é importante adotar os seguintes procedimentos:
  1. Inspeção
    Visite o local onde ocorreu o sinistro para averiguar se não houve vítimas.
  1. Comunicação
    Entre em contato imediatamente com a corretora ou seguradora para abrir um processo de sinistro.
  1. Documentação
    Reúna a documentação pertinente à máquina ou equipamento sinistrado, tirando fotos do local e se for o caso, dependendo do incidente, efetuando o Boletim de Ocorrência Policial.  É fundamental documentar o sinistro de forma detalhada, com todas as evidências que possam ser relevantes para a análise do caso e indenização.
  1. Aviso de sinistro
    Preenchimento do formulário, informando o sinistro e relatando o com detalhes a ocorrência.
  1. Vistoria
    Em muitos casos, a seguradora enviará um perito para realizar a vistoria dos danos e avaliar a extensão do sinistro.
  1. Levantamento de valores
    Pesquise os valores do bem sinistrado, recorrendo aos sites especializados de comércio de máquinas e equipamentos, lembrando de que, como defesa de valores, os cálculos de depreciação podem ser úteis como referência para que a indenização seja feita de forma justa. Para reparos do objeto sinistrado, casos de perdas parciais, é importante consultar pelo menos 3 bons profissionais.
  1. Followup
    Acompanhe o andamento do processo, mantendo o contato com a corretora ou seguradora para acompanhar a evolução da análise e liquidação do sinistro. Esteja preparado para fornecer informações adicionais ou documentos que possam ser solicitados, no transcorrer do trâmite.
 

A Revolução Industrial teve início na segunda metade do século XVIII, mais precisamente na Grã-Bretanha, no período compreendido entre aproximadamente 1760 e 1840. A partir daí, ocorreram avanços expressivos no setor de produção, transporte, construção, tecnologia etc…

A história diz tudo, mas é impossível prever o futuro da evolução das máquinas e equipamentos. Uma evolução que atravessa séculos e se mantém pujante a cada ano, como inovações incríveis de máquinas e equipamentos, destinados a cada setor da economia:

Médico & Veterinário

  • Ressonância Magnética
  • Ultrassonografias ou Ecógrafos
  • Monitores de Sinais Vitais
  • Eletrocardiógrafos (ECG)
  • Desfibriladores
  • Aparelhos de Raio-X
  • Tomógrafos Computadorizados
  • Equipamentos de Endoscopia
  • Ventiladores Pulmonares
  • Bombas de Infusão
  • Incubadoras
  • Equipamento de Anestesia
  • Autoclaves
  • Camas Hospitalares
  • Equipamentos de Laboratório
  • Aparelhos de estética
  • Esfigmomanômetro

 

Engenharia Civil

  • Escavadeiras Hidráulicas
  • Retroescavadeiras
  • Bulldozers
  • Motoniveladoras
  • Gruas
  • Guindastes
  • Betoneiras
  • Bombas de Concreto
  • Compactadores de Solo
  • Geradores
  • Andaimes
  • Plataformas de trabalho

 

 

Industrial

  • Robôs
  • Máquinas CNC – Controle Numérico Computadorizado
  • Prensas
  • Tornos
  • Fresadoras
  • Injetoras de Plástico
  • Caldeiras Industriais
  • Compressores
  • Sistemas de Ventilação e Exaustão
  • Geradores
  • Embaladoras
  • Hidrojateadoras
  • Aquecedores
  • Empilhadeiras
  • Guilhotinas
  • Soldadoras

Agronegócio

  • Tratores
  • Colheitadeiras
  • Semeadoras
  • Pulverizadores
  • Máquinas de irrigação
  • Drones
  • Equipamentos de GPS de precisão
  • Sistema de monitoramento de clima
  • Arados

 

 

Energético

  • Painéis solares
  • Placas fotovoltaicas
  • Torres de Transmissão
  • Exaustor portátil
  • Compressor de ar
  • Regulador de tensão
  • Transformadores
  • Turbinas a Vapor
  • Turbinas a gás
  • Turbinas eólicas
  • Subestações elétricas

 

 

 

 

 

 

Serviços

  • Equipamentos de fotográfica
  • Impressoras especiais
  • CPD – Centro de Processamento de Dados
  • Computadores e Laptops
  • Filmadoras
  • Mesas profissionais de som
  • Equipamentos de luzes
  • Equipamentos de pós-produção
  • Projetores e Telões
  • No breaks
  • Instrumentos musicais

O seguro para máquinas e equipamentos pode ser contratado por empresas e profissionais liberais dos mais diversos setores.

A apólice é fundamental para proteger as atividades daquelas empresas que dependem das máquinas e equipamentos para fazer negócios. São empresas e profissionais liberais dos setores:

Médico

Veterinário

Odontológico

Engenharia Civil

Industrial

Agronegócio

Energético

Serviços

Mineração

Transporte

De maneira geral, todas as empresas que possuem ativos físicos de alto valor e que sejam essenciais para suas operações podem considerar a contratação de uma apólice de seguro uma decisão imprescindível para proteger os seus negócios.

 

 

 

Contratar um seguro para sua máquina ou equipamento, torna-se fácil e rápido quando a contratação é por intermédio da Merit. Isso porque a Merit atua há mais de 30 anos nos seguros contratuais, atendendo corporações de todos os portes e setores da economia.

E como especialistas, nós da Merit indicamos os pontos que merecem atenção ao contratar um seguro para sua máquina ou equipamento. Eis as dicas:

  1. Cobertura: analise se o seguro oferece uma cobertura abrangente para os riscos aos quais seu equipamento está exposto.
  2. Exclusões: atente para as exclusões e limitações do seguro para garantir que você compreenda o que está coberto e o que não está.
  3. Valor segurado: certifique-se de que o valor segurado é suficiente para cobrir o custo de reparo ou substituição do equipamento em caso de sinistro. É importante avaliar o valor de mercado do equipamento e considerar a depreciação ao definir o valor segurado.
  4. Franquia: avalie qual é o valor da franquia estabelecida no seguro. Lembrando que a franquia é a participação obrigatória do segurado diante de um sinistro. Quanto maior a franquia, menor o prêmio de seguro.
  5. Assistência 24 horas: serviço importante para ser usado em caso de sinistro e que, portanto, deve ser oferecido pela companhia de seguros.
  6. Seguradora: em se tratando de um território imenso como o Brasil, é importante que a seguradora tenha capilaridade para atender em todas as principais. E claro, a solidez financeira da seguradora antes de contratar o seguro.
  7. Prêmio de seguro: compare as diferentes opções de seguro disponíveis no mercado e verifique qual oferece o melhor custo-benefício para o seu negócio. Considere não apenas o valor do prêmio, mas também as coberturas e principalmente o valor da franquia.

 

Conheça as vantagens do seguro Merit Máquinas e Equipamentos

  • Experiência de mais de 30 anos de mercado
  • Atendimento para todo o Brasil
  • Pagamento no boleto ou cartão de crédito
  • Contratação Simplificada
  • Renovação rápida
  • Flexibilidade de coberturas
  • Apólice ampla para várias modelos de máquinas e equipamentos
  • Descontos progressivos e programa de fidelidade
  • Opções de franquias

Dúvidas?
Fale com nossa equipe.
Na Merit o atendimento não é feito por robôs.

chat
Fale com a Mary T.