Merit Seguros

Seguro Garantia Judicial e Cartas de fiança bancária.

Por Sergio Fasolari

Conheça as vantagens do Seguro Garantia Judicial em relação às cartas de fiança bancária

 O Seguro Garantia Judicial pode ser utilizado em processos:

  • Tributários
  • Cíveis
  • Trabalhistas

O cronograma de trabalho transcorre de forma célere e objetiva. O tomador interessado na obtenção da garantia deve primeiramente remeter os seguintes documentos:

  • 3 últimos balanços e o balancete mais recente, os quais irão permitir a análise financeira;
  • Ficha de Informação devidamente preenchida, sendo que normalmente, o responsável por esse preenchimento é o advogado da empresa, a qual irá possibilitar conhecer o processo legal.

Com o recebimento dessa documentação é feita a análise do risco e após 24 horas é gerada uma proposta comercial.

Aprovada a proposta, após 24 horas ou no máximo em 48 horas é emitida a garantia.

Note que estes prazos correspondem aos trâmites normais para empresas que desfrutam de posição financeira saudável, sem restrições cadastrais. Note que dependendo dos valores em risco, pode-se exigir a apresentação de documentos adicionais, como, por exemplo, Imposto de Renda dos Sócios.

O mundo dos negócios busca por rapidez, praticidade e principalmente baixo custo. O Seguro Garantia Judicial tem todas essas qualidades e não é por acaso que é considerando o resultado da evolução da espécie da família das fianças.

Os bancos, de maneira geral, não têm interesse em comercializar as cartas de fiança bancária e, por essa razão, elas possuem taxas extremamente elevadas – variam de 2% a 7% – além de requererem contrapartidas, como, por exemplo, aplicações financeiras vinculadas à emissão da carta de fiança.

De acordo com o tratado de Basileia, ao emitirem fianças, os bancos são obrigados a provisionar recursos para lastrear esse tipo de operação com a finalidade de criar condições mínimas para a redução do risco do crédito concedido.

Por vislumbrar uma perspectiva promissora no cenário brasileiro e reunindo as experiências dos seus 3 sócios, em 1994 a Merit foi criada e desde então, tem tido a oportunidade de desenvolver operações que lhe permitem se destacar em números. Confira (base Dezembro / 2019).

  • Um dos sócios da Merit, Felicio Fasolari (in memoriam) foi o responsável, como segurado, a emitir uma das primeiras apólices de Seguro Garantia, para a Usina de Jacuí, no ano de 1981.
  • A Merit é a primeira empresa a se especializar no ramo de Seguro Garantia. A primeira apólice emitida foi no dia 20/03/1995.
  • A Merit atende 4.000 empresas apenas no ramo de Seguro Garantia. Deste total, além das empresas brasileiras, a Merit atende empresas americanas, canadenses, argentinas, italianas, alemãs, chilenas, francesas, portuguesas e espanholas.
  • A Merit emitiu mais de 40.000 apólices de Seguro Garantia, um total de mais de 4 bilhões de dólares em contratos caucionados. Isto apenas em Seguro Garantia!
  • A Merit atende 900 empresas construtoras, apenas no ramo de Seguro de Riscos de Engenharia. Foram mais de 600 obras civis em todo o Brasil.
  • Na região do Alto de Pinheiros, Avenida Faria Lima e Berrini, na cidade de São Paulo, foram mais de 25 edifícios segurados durante a construção, total aproximado de mais 300 milhões de dólares em empreendimentos imobiliários segurados.
  • A Merit foi a primeira empresa a implantar uma apólice de Responsabilidade Civil para administração de quarteirização, para serviços em locais de terceiros.
  • Atualmente, somando todas as importâncias seguradas de suas apólices, a responsabilidade da Merit gira em torno de 500 milhões de dólares.
  • A Merit tem mais 15.000 empresas cadastradas em seu banco de dados.

A Merit controla todos esses números, mas uma coisa que a gente não mede é o esforço para encontrar soluções para nossos clientes. Afinal, a Merit não atende seus clientes como se fossem números: cada cliente para nós é único.